Thursday, February 11, 2016

 

Oscar Quiroga - 2905

Melancolia ilegal


O infinito está no infinitesimal e o infinitesimal está no infinito, portanto, não tens mais argumento para te sentir uma poeira insignificante no vasto universo, se preferes seguir nesse caminho, pelo menos reconhece que essa solidão melancólica que te atormenta se nutre do oculto desejo de regozijar-te nessa criação às avessas que tu inventaste. Tua presença é pequena e grande ao mesmo tempo, podes perder-te e encontrar-te milhares de vezes, mas nada é desprovido de significado, precisas retorcer muito a mente para justificar o sentimento de insignificância, precisa haver um firme desejo, por trás dessa justificativa, que sustente a argumentação melancólica. Não tens direito, por isso, de arrastar as pessoas ao teu redor nesse vórtice melancólico, esse é teu e de ninguém mais.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?