Sunday, April 17, 2016

 

Oscar Quiroga - 2965

Brutalidade


A aproximação da Terra à Marte aumenta os contornos da brutalidade que circula à solta por nossa humanidade, a prova de que nós ainda não somos esses seres elevados que gostamos de imaginar que seríamos. Ainda o sangue é apreciado, ainda o estalar das costelas esmagadas e do afundamento do crânio é um regozijo de vitória, ainda o grito assustador que intimida é uma forma apreciada de educação. A brutalidade está sempre aí, desprovida de elegância, o oposto da leveza e da civilidade, é a atitude que toma para si o que não lhe pertence, a postura de quem não se importa com o dano a ser provocado, só com a necessidade de tomar posse e vencer. A brutalidade degrada nossa humanidade, mas está aí, é impossível negá-la, é a declaração de que podemos, se queremos, ser piores que selvagens.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?