Monday, April 18, 2016

 

Oscar Quiroga - 2966

Sem aviso prévio


A parca lucidez associada à teimosia com que pretendes fazer valer teus pequenos pontos de vista, tudo isso acontecendo dentro do Universo infinito que, em si mesmo, te carrega num movimento que propicia aspectos maiores que poderiam se manifestar através de ti, por isso inevitavelmente chega o dia em que, pela limitada percepção, te parece que o céu desaba sobre tua cabeça. Nesse momento te lamentas, ainda com a alma alimentada pelo vigor da teimosia, já derrotada, mas que não recua, vocifera cheia de si o lamento de ser excluída injustamente. Melhor farias aceitando rapidamente que o céu não desabou sobre ti, que foste tu, pela minuciosa teimosia de tentar ser o que não és, quem desenvolveu a armadilha na qual terias de cair em algum momento. Um momento que não tem aviso prévio.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?