Saturday, November 12, 2016

 

Oscar Quiroga - 3171

O mesmo ordinário de sempre


Tu sabes que o Universo não começou contigo nem acabará com teu falecimento, sabes também que o sistema não orbita em torno de tua presença, porém, mesmo ciente da natureza da realidade tu arquitetas meios artificiais para te converter no centro das atenções, capturando todas as pessoas com que te relacionas dentro de um círculo doloroso, cheio de argumentações plausíveis. Poderias fazer disso um círculo virtuoso, emanando benefícios de tua presença, mas isso é incomum. Comum mesmo é que em toda família exista alguém coberto de argumentações para justificar uma dor imensa e que todas as pessoas orbitem em torno dessa dor. Terás êxito se fazes isso, mas não terás escrito nada excepcional para a história da humanidade, apenas mais um pouco do mesmo ordinário de sempre.

Labels:


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?