Tuesday, June 16, 2009

 

O Cozimento dos Alimentos

"A vida só vem da vida, e da morte só vem morte", Jesus Cristo.

Segundo [1], a frase acima foi dita por Jesus Cristo a um grupo de pessoas muito doentes, que desejavam recuperar a saúde. Esta frase foi dita após uma longa explicação que ele deu sobre como recuperar totalmente a saúde, via alimentação, seguindo apenas um dos Dez Mandamentos, que pode ser expresso pela frase "Não matarás o seu próprio corpo", ou, dito de outra forma, "Não cometerás suicídio".

Indo diretamente ao ponto central do ensinamento, ele sugere que toda nossa alimentação seja crua, sem passar pelo "fogo da morte" gerado pelo nosso fogão. Existe, hoje em dia, uma justificativa científica bem conhecida para essa recomendação de Jesus. Por que o fogão e o forno de microondas matam os nossos alimentos e, como consequência, também nos mata? Porque esses instrumentos elevam a temperatura dos alimentos bem acima do "fogo da vida", que é a temperatura do nosso corpo. E por que isso mata os alimentos cozidos? Porque a temperatura elevada destroi as enzimas presentes no alimento cru. Por que a destruição das enzimas, nos alimentos cozidos que comemos, é prejudicial ao nosso corpo? Porque, se o alimento que comemos não possui mais suas enzimas, nós precisamos fabricar, com o nosso corpo, as enzimas necessárias para fazer a digestão deste alimento sem enzimas ingerido, o que, com o tempo, irá diminuir a nossa "força vital" e nos matar. Os alimentos crus estão cheios de enzimas, que facilitam a sua própria digestão, não exigindo a sua fabricação pelo nosso corpo, preservando nossa saúde. As enzimas são muito sensíveis à temperatura e são dizimadas em temperaturas elevadas. Os alimentos crus são "cozidos" (na realidade, ficam armazenando energia), na cozinha solar, durante um ano inteiro, sempre a baixa temperatura, para ficarem "no ponto" para serem ingeridos por nós. Estou, obviamente, falando sobre as frutas, nosso alimento mais importante.

Vamos falar um pouco sobre o instrumento chamado fogão. A grande maioria deles, aqui no Brasil, é alimentado por gás liquefeito do petróleo (GLP). É exatamente com esse gás que muitas pessoas cometem suicídio, abrindo o gás do fogão sem queimá-lo, sem a presença de uma chama. Isso corresponde à mesma técnica de extermínio de pessoas nas câmaras de gás nazistas. Um fato importante, mas nunca mencionado, é que o fato de queimarmos esse gás, durante o cozimento de nossos alimentos, não transforma esse gás venenoso em um gás saudável ao nosso organismo! O gás resultante da queima do GLP, respirado pelas pessoas que cozinham os alimentos, também não é um gás saudável e, portanto, não faz bem à nossa saúde. Muito mais saudável é o uso de fogões elétricos, não poluente do ar ambiente.

O cozimento de alimentos usando o forno de microondas também não é recomendado, já que, além do aumento excessivo da temperatura (propriedade comum com os fogões comuns) ele opera com uma frequência eletromagnética muito elevada, que destrói ainda mais as propriedades dos alimentos. Vimos, em uma postagem anterior, que plantas regadas com água que passou pelo forno de microondas morrem em pouco tempo! (Clique no label "microonda" abaixo, para acessar essa postagem). Da morte só vem morte...

Referência:
[1] Edmond Bordeaux Szekely, O Evangelho Essênio da Paz, pp. 42-44, Editora Pensamento, São Paulo - Brasil, 2005.

Labels: , , , , ,


Comments:
Rui, em um post mais antigo vc disse que seu pai só se alimenta de frutos. Vc também tem sua dieta somente a base de frutos? Estou tentando aos poucos me tornar vegetariano, luta difícil... hehe. Bom, mas gostaria de mais detalhes sobre essa dieta a base de frutos, tipo: Quantos frutos por refeição... Complementos, etc. Grato e continue com seu trabalho. Gosto muito do seu blog (ele colaborou em muitos aspectos para eu mudar de vida) e acesso quase todo dia aqui em Goiânia-GO. Um abraço!
 
Rodrigo, realmente meu pai tem dieta alimentar exclusivamente crua: somente frutas e um ovo caipira cru como sobremesa. Eu, depois que me casei, passei a ter uma dieta mista, misturando comida crua e cozida. É dificil mudar hábitos alimentares: precisa ser algo bem planejado e executado, e demora tempo, em geral. Foi o que aconteceu em minha família, constituída por meus pais e eu. Não se preocupe com a quantidade de frutas por refeição: coma à vontade, pois as frutas não viciam, como os alimentos cozidos. Com o tempo você irá naturalmente diminuindo o volume de frutas ingeridas em uma dada refeição.

Abração, Rui.
 
Me solidarizo com o Rodrigo e agradeço profundamente a contribuição filantrópica desse excelente blog !

Da mesma forma que o Rodrigo, acesso todo dia, sedento pelas pérolas de sabedoria contidas neste espaço luminoso, um verdadeiro templo digital em meio às confusões contemporâneas.
 
Obrigado pelo incentivo...
Abraço, Rui.
 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?