Saturday, September 11, 2010

 

Meditações do Osho - 15


O corpo nasce e o corpo morre; a mente nasce e a mente morre. Mas você não é o corpo nem a mente. Você é algo transcendental a ambos, algo que nunca morre e nunca nasce. Você sempre existiu e sempre existirá.

No momento em que se começa a sentir isso, toda a sua perspectiva de vida muda. O que era importante até aquele instante se torna irrelevante: dinheiro, poder, prestígio, tudo isso. E o que antes nunca fora importante ganha, de repente, grande importância: amor, compaixão, meditação, oração, divindade.

Lembre-se de que dentro de você há algo que é eterno, imortal.

Fonte: Osho, Meditações para a Noite, Verus Editora, Campinas-SP, 2006.

Labels: , , , ,


Comments: Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?